Como elaborar um cardápio vendedor - Blog Be Seen - BE SEEN | Gráfica e Marketing Digital e Estratégico

19 3056-4347 | 99477-2012
Ir para o conteúdo
Gráfica Rápida

Ligue agora mesmo!
queremos ouvi-lo
19 3056 4347
19 99477 2012

Desenvolvimento e Criação
Be Seen ©, Copyright
CNPJ: 35.009.708/0001-98

Ligue agora mesmo!

19 3056 4347
19 99477 2012

Criação
Be Seen ©, Copyright

Como elaborar um cardápio vendedor

BE SEEN | Gráfica e Marketing Digital e Estratégico
Publicado por em Materiais Impressos ·
Com certeza você já ouviu dizer que o peixe é fisgado pela boca, mas antes de chegar ao paladar, é pelos olhos que a atenção é conquistada – e quem mexe com o ramo de alimentos sabe muito bem que a apresentação de um prato é tudo. Da mesma forma, a elaboração do cardápio vendedor tem grande importância no despertar do apetite, desde o esmero pelo seu design até a disposição do menu e a descrição das iguarias.

O cardápio deve refletir o cuidado na preparação dos alimentos, a higiene e limpeza do ambiente e também reforçar a identidade visual da sua marca, seja bar ou restaurante. Para isso você pode contar com materiais diferenciados, que mais tenham afinidade com seu público alvo, tornando a comunicação com seu cliente muito mais efetiva.

O início de tudo: pesquisa
Antes de mais nada, faça uma bela pesquisa pelos concorrentes, procurando modelos, variações de estilos, amostras de conteúdo. Sim, para definir o layout do seu cardápio, você deve também se fazer algumas perguntas básicas: sobre o estilo pretendido (informal, sofisticado, despojado ou formal), como criar diferenciais (como um molho especial para um prato a princípio comum), e se seus preços são justificados, por exemplo, colocando a descrição dos materiais empregados.



Faça buscas no Google, pesquise sites, dê uma espiadinha in loco nos concorrentes. Não há nada de antiético em saber o que eles estão fazendo. Outra forma bem interessante é perguntar aos amigos o que para eles torna o cardápio mais atraente, o que mais chama a atenção no seu restaurante favorito e até fazer uma pesquisa formal de mercado sobre as preferências do seu público alvo.

Há várias empresas especializadas em pesquisas online que montam um questionário personalizado e o disparam para pessoas selecionadas de acordo com o perfil que você escolher. Seja como for, a pesquisa é indispensável para você saber o que funciona e o que não deve ser feito.

Ofereça variedade sem desperdício
Defina como será o conteúdo do seu cardápio. Adeque a linguagem ao seu público alvo (adolescentes, executivos, etc). Ofereça pelo menos três variações do mesmo tema (tipos de carnes, hambúrgueres, peixes e aves), mas procure ter coerência com a temática do local e com o seu público. Preze sempre por ingredientes de qualidade, independentemente do preço.

Agilize o atendimento com pratos fáceis de preparar, afinal, com fome ninguém gosta de ficar esperando, por melhor que seja o alimento. Tenha uma quantidade limitada de pratos de forma a não comprometer as limitações da cozinha e atualize sempre o menu com novidades, aproveitando também datas comemorativas para produzir cardápios especiais.

Atraia o seu cliente através do design
O conteúdo é muito importante, claro, mas um cardápio com um design bem elaborado deixa qualquer um com água na boca. Por isso, não poupe esforços para produzir um belo material.

Primeiro, veja as opções que você dispõe: cardápios de papel, de plástico, display de balcão, placas. Alguns são mais adequados a ambientes informais, outros a locais sofisticados. A escolha do tipo certo facilitará a identificação com seu público alvo, fazendo com que a comunicação seja mais eficiente.

Lembre-se que o material deve ser de primeira qualidade, com papel e impressão impecáveis. Os de plástico são mais resistentes e os displays de balcão, ideais para bares e lanchonetes de grande movimento informal.

Os cardápios de papel combinam com restaurantes tradicionais, placas para lugares mais simples, e os eletrônicos para restaurantes inovadores e modernos, que gostam de ousar.



Você pode escolher entre centenas de papeis de parede de acordo com a identidade visual da sua marca e mandar imprimir em alta resolução. A verdade é que o limite é a sua criatividade, que deve ser guiada pelo bom gosto e bom senso.

Agora é a hora de criar o layout, que deve ter uma fonte confortável de ser lida e diagramação atraente, que valorize os pontos fortes do seu estabelecimento. Você pode incluir algumas fotos para destacar alguns itens, mas tome cuidado para o material não ficar pesado. É preciso encontrar um meio termo entre a atração do olhar e o despertar do apetite em relação ao exagero de informação.

A dica é contratar um profissional: ele entenderá o perfil do seu público-alvo, do seu bar ou restaurante e saberá ressaltar as qualidades da sua cozinha de forma sutil e eficiente, oferecendo algumas sugestões de design à sua escolha. Mas não se esqueça: seja qual for o material do seu cardápio, a presença de um designer profissional é um investimento que vale a pena.

>Tudo pronto para começar a produzir seu cardápio? Que tal conhecer as opções oferecidas pela Be Seen?



Created Be Seen ©
19 3056-4347 | 99477-2012
Voltar para o conteúdo